Início ES Carro roubado é recuperado e volta a ser furtado em pátio de...

Carro roubado é recuperado e volta a ser furtado em pátio de delegacia no ES

Novo furto foi descoberto porque o dono do veículo foi ao pátio para analisar o automóvel. Polícia Civil não se manifestou sobre novo furto.

13
0

Um carro foi furtado, na tarde desta quinta-feira (11), do pátio da Delegacia Regional de Polícia Civil de Laranjeiras, na Serra, no Espírito Santo. O veículo estava no local após ser recuperado pela polícia, pois tinha sido roubado na noite de terça-feira (9), em Marechal Floriano, após a casa de um empresário de 33 anos ser invadida por três homens. Ninguém foi preso ainda.

O novo furto do carro foi descoberto porque o empresário que é dono da caminhonete, uma Hilux de cor vermelha, foi ao pátio para olhar a situação do automóvel. O local, que é aberto e não possui câmeras de segurança, é constantemente alvo de criminosos pois não há controle de quem entra e deixa o local.

O empresário revelou que recebeu uma ligação de um agente da Polícia Civil informando que a caminhonete dele havia sido recuperada na quarta-feira (10). No dia seguinte, ele foi até a delegacia para fazer a retirada do carro, mas a situação não terminou como ele planejava.

“Acharam a Hilux, fiquei todo feliz e disse ‘Graças a Deus’. Fui para meu escritório, juntei a papelada toda e fui para lá. Fui para a delegacia, demorei uns 20 minutos e quando voltei a caminhonete não estava mais lá. Voltei na delegacia, avisei do roubo e o atendente ficou até assustado. O delegado falou para eu fazer outro boletim de ocorrência e que era para eu ligar para o 190. Nem sei o que falar. Vou entrar (com um processo) contra o Estado”, detalhou o empresário.

Casa invadida

O empresário foi feito refém por cerca de cinco horas em Marechal Floriano durante um roubo na noite de terça-feira (9). Segundo ele, pelo menos três homens invadiram a residência por volta de 22h e só deixaram a casa dele por volta de 3h30 de quarta-feira (10).

Antes de fugir, os assaltantes levaram equipamentos eletrônicos e joias da família, além de três carros. A vítima registrou o caso na delegacia do município.

“Eles falaram para eu não reagir, me deitaram na sala perguntando onde estavam os 40 mil reais, que eu não tinha, e onde estava uma pistola, que eu também não tinha. Aí começaram a pegar objetos que eu tinha em casa, como cordão de ouro, pulseira, televisões. Fiquei com medo, pedindo para eles não me matarem. Quando foi 23h30 eles juntaram as coisas e colocaram dentro da Saveiro e dentro da Hilux. De 23h30 para frente ficou um deles comigo até mais ou menos 3h30, quando retornou o outro. Depois me amarraram e disseram que em 40 minutos eles ligariam para a polícia para eles virem me soltar. Nisso consegui soltar as pernas, que estavam amarradas com fios de telefone e fitas, fui no vizinho, ele acordou assustado e disse que haviam me assaltado”.

Investigação

A Polícia Civil declarou, por nota, que o dono da caminhonete registrou um novo boletim de ocorrência e que a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos está apurando o caso.

Sobre o pátio aberto e sem monitoramento, a Polícia Civil disse que até o final de 2019 os veículos apreendidos que foram abandonados pelos donos serão encaminhados ao Detran-ES e destinados para leilão.