Início ES Estudantes reclamam de assaltos perto de escola de Cariacica, ES

Estudantes reclamam de assaltos perto de escola de Cariacica, ES

Estudantes da Escola Estadual Ary Parreiras, em Vila Capixaba, são alvo de criminosos no caminho para o colégio ou no retorno para casa.

47
0

Alunos da Escola Estadual Ary Parreiras, no bairro Vila Capixaba, em Cariacica, no Espírito Santo, reclamam dos constantes assaltos na região. As ocorrências acontecem até mesmo durante o dia. Vítimas registraram os casos na Polícia Civil. Nenhum suspeito foi preso.

Uma das vítimas, de 17 anos, conta que foi abordada por dois homens em uma motocicleta, que tentaram puxar a bolsa dela. O crime foi na sexta-feira (4), por volta das 8h, na rua Fundão.

“Estava com uma bolsa de lado, eles puxaram minha bolsa e aceleraram a moto. Foi quando caí e eles me arrastaram por um tempo. Quando viram que eu tinha caído em cima da bolsa, eles desistiram”, relatou a adolescente.

Aluna de 17 anos ficou machucada após tentativa de assalto em Cariacica, ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Aluna de 17 anos ficou machucada após tentativa de assalto em Cariacica, ES.

Uma outra estudante, de 16 anos, também foi assaltada perto da escola. O criminoso roubou o celular dela. “O motoqueiro chegou do meu lado e na hora eu pensei que ele iria fazer alguma pergunta, tirar alguma dúvida. Foi quando ele tirou a arma da cintura e pediu meu celular. Eu entreguei meu celular para ele, ele puxou e falou que era para eu sair correndo se não iria me dar um tiro”, relembrou.

Depois do assalto, a mãe da adolescente passou a acompanhar a filha na hora da entrada na escola e está pagando transporte particular para que a aluna retorne para casa em segurança.

“Estou fazendo isso para eu poder trabalhar mais tranquila, se não eu vou ter até que sair do emprego para poder ficar acompanhando ela vindo para a escola. Não é só com ela que isso tem acontecido, são várias adolescentes e mães preocupadas com isso”, lamentou a mãe.

Uma estudante da mesma escola, que tem 18 anos, também já foi assaltada perto do local. Ela conta que cenas de violência são vistas com frequência nas redondezas do Ary Parreiras.

“Eu mesmo já fui assaltada, já presenciei assaltos e já vi agressão de bandido mais de uma vez. A gente se sente totalmente inseguro aqui, pois policiamento quase nunca vemos e ninguém toma atitude nenhuma em relação a isso”, afirmou.

Outro lado

A Secretaria de Estado da Educação (Sedu), por meio de nota, disse que a direção da Escola Ary Parreiras trabalha conceitos como respeito e cidadania e faz ações preventivas com a patrulha escolar.

O órgão declarou ainda que está sempre em contato com a Polícia Militar para impedir a ação de criminosos na região e nas ruas que ficam próximas da escola.