Início MG Marília Mendonça ‘lamenta profundamente’ confusão registrada em show em BH

Marília Mendonça ‘lamenta profundamente’ confusão registrada em show em BH

Segundo a polícia, show surpresa e gratuito teve 46 boletins de ocorrência e 14 pessoas foram presas por arrastão e tráfico de drogas.

53
0

Marília Mendonça se pronunciou, por meio de nota, na manhã desta terça-feira (8), sobre as confusões registradas no show realizado na Praça da Estação, no Centro de Belo Horizonte. O evento reuniu milhares de pessoas na noite de segunda-feira (7), com arrastões, brigas e lesões corporais registrados pela PM.

“Marília lamenta profundamente os fatos relatados e reforça que o projeto é uma maneira de retribuir ao seu público, através do show gratuito, o carinho que recebe dos fãs”, disse o comunicado oficial.

De acordo com o major Flávio Santiago, porta-voz da PM, 46 boletins de ocorrência foram registrados pela corporação durante o show e 14 pessoas foram presas, por arrastões e tráfico de drogas.

Na apresentação surpresa e aberta ao público, a cantora gravou a música inédita “Graveto” para o projeto “Todos os Cantos”. Dona de hits como “Todo mundo vai sofrer”, “Supera”, “Ciumeira” e “Bem pior que eu”, Marília Mendonça tem percorrido o Brasil com shows gratuitos que só são divulgados no dia do evento.

O tumulto começou em frente ao palco, já no fim do show. Muitas pessoas são vistas em um vídeo correndo pelas ruas. Um outro vídeo mostra um homem em cima de um sinal de trânsito. Nas imagens, ele quase cai, mas consegue se equilibrar e desce pelo poste.

Antes de o show começar, um homem foi esfaqueado em um bar ao lado da Praça da Estação. De acordo com a Guarda Municipal, o suspeito foi preso e a vítima, levada para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.

Autorização para o evento

A Polícia Militar informou que não divulga o número de pessoas que estiveram presentes, mas um relatório da corporação registrou que o evento havia sido autorizado e liberado pela polícia para um pico de 15 mil pessoas e que a apresentação reuniu “um público muito além do previsto”.

Ainda segundo major Santiago, o ofício apresentado pela organização do evento não afirmava que se trataria de um show de Marília Mendonça e que a corporação soube disso pelas mídias sociais.

“Os órgãos de segurança pública, tanto a PM quanto segmentos da prefeitura, tiveram pouquíssimo tempo para a reestruturação de seu trabalho”, disse o porta-voz da Polícia Militar.

Em nota, a produção local do show informou que adotou “todos os procedimentos necessários para a realização do evento na Praça da Estação“ e que o dimensionamento de público de 15 mil pessoas teve como base o que foi registrado “nas outras 15 capitais que receberam a turnê anteriormente”.

Um laudo de vistoria do Corpo de Bombeiros foi feito às 12h48 desta segunda-feira (7) na Praça da Estação. No documento, está descrito que o público esperado para o show era de 15 mil pessoas, com entrada controlada pela organização do evento com contagem manual e distribuição de pulseiras.

A cantora foi escoltada do hotel até a Praça da Estação, antes da apresentação, e depois, no caminho de volta para o hotel.

Nota da equipe de Marília Mendonça na íntegra

– O projeto “Todos Os Cantos” consiste em fazer surpresa aos fãs de uma determinada cidade. A cantora chega em um local previamente organizado pela produção e realiza um show gratuito.

– A surpresa é para o público. Todas as autoridades locais são previamente avisadas e as autorizações solicitadas aos órgãos de segurança local, que libera o alvará para a realização do evento.

– Em cada cidade é feita uma estimativa de público, que dependendo do local, pode ser maior ou menor. Em Belo Horizonte, além das equipes da Policia Militar e da Guarda Civil, a produção da cantora contratou um contingente de mais 100 seguranças privados, além de seguir todas as orientações das autoridades locais.

– Marília lamenta profundamente os fatos relatados e reforça que o projeto é uma maneira de retribuir ao seu público, através do show gratuito, o carinho que recebe dos fãs. A cantora lamenta ainda o fato de que infelizmente, esse tipo de situação tem se tornado rotineira em eventos, pagos ou não, que acumulam um grande número de pessoas no Brasil.”