Home / Mundo /

Ucranianos, britânicos e americanos têm dito que as perdas da Rússia na invasão da Ucrânia têm sido significativas. Isso estaria barrando o avanço dos militares russos.

As forças militares russas estão desesperadas e vão ser mais brutais, disse o ministro de Defesa do Reino Unido, Ben Wallace, em uma entrevista à BBC nesta terça-feira (8).

Segundo Wallace, a Rússia não está avançando, e a coluna no norte da Ucrânia está praticamente emperrada.

Os militares da Ucrânia afirmaram nesta terça-feira que mataram o general russo Vitaly Gerasi perto da cidade de Kharkiv.

Gerasi é o segundo comandante que os ucranianos afirmam ter matado desde o começo da invasão. O primeiro foi o general Andrei Sukhovetsky, que teria morrido no fim de fevereiro.

Imagem do general Vitaly Gerasi; ucranianos afirmam que o mataram — Foto: Divulgação/Ministério da Defesa da Ucrânia

Imagem do general Vitaly Gerasi; ucranianos afirmam que o mataram.

O ministério de Defesa da Rússia não havia se pronunciado até a última atualização desta reportagem.

Os russos fizeram um único balanço de perdas até o momento: afirmaram que cerca de 500 militares morreram. A Ucrânia afirma que o número é de 11 mil.

Rússia está desesperada por perdas e invasão empacou, diz Reino Unido; Ucrânia anuncia morte de mais um general russo

A essa altura, os russos já enviaram quase todos os 150 mil soldados que estavam em áreas perto da fronteira da Ucrânia antes da invasão, afirmou à agência de notícias Reuters um dirigente do Ministério da Defesa dos Estados Unidos que pediu para não ser identificado.

Veja Também

Países do G7 concordam que Rússia é responsável pela crise alimentar, diz Ministro do Japão

Os ministros das Relações Exteriores do Grupo dos Sete países ricos concordaram nesta sexta-feira (24) …